Rebeca, a Bailarina!

Mais uma vez, eis-me aqui aprendendo com uma criança..
A Rebeca (3 anos) me ensinou o que significa não perder uma oportunidade.

Mais do que levar minha camera comigo, é levar o olhar que percebe as riquezas do que está a nossa volta.
Não adianta você ter o melhor equipamento, a melhor técnica, se não tem o sentimento.

Uma vez, um amigo me mostrou algumas fotos de um fotógrafo que ele admirava muito. BABEI nas fotos dele. Perfeitas.
Nitidez, luz, enquandramento.. eu sinceramente nunca vi fotos com tanta qualidade como as dele. Eu vasculhei o site dele, vi quase todas as fotos, mas.. não achei sentimento.
Sim, eram perfeitas. Mas não me emocionaram..

Aí está a grande diferença entre foto e fotografia.. Costumo diferenciar: “tirar foto” todo mundo “tira”.. Uns com menos técnica, outros com mais.
Mas fotografar significa escrever com a luz.. Mas.. escrever o que? Escrever a técnica? Não.. Fotografar é escrever com a luz, a essência do que se vê..

A luz é o que traz à mostra tudo o que se esconde nas entrelinhas dos momentos.. é ela que traz tudo a tona, que te faz perceber, e sentir o que existe..
E se não houver sentimento, é como uma dança sem música.. é como um piano sem teclas… é como um violão sem cordas..

E muita vezes tudo isso está nos momentos mais simples que vivemos..
É aí que entra a oportunidade. Se a gente viver para “notar” somente o que é grande para os outros, ou somente o que nos dá retorno financeiro, não seremos realmente felizes.
Sabe por que? Porque o dinheiro não preenche nossa alma.. Ele pode trazer conforto para nosso corpo, mas nao pode tocar o fundo do nosso coração.

Mas quando você percebe a poesia de um momento, aí sim.. sua alma enriquece.. você cresce..
Você compõe uma música, digna de ser tocada por uma orquestra.. Com um simples toque de sua mão: CLICK!

Dance mais.. não como baliarinos, mas como um poeta..
Cante mais, não como um coral, mas como um pintor que cria uma tela..
Sorria mais! Não como os adultos esperando algo em troca, mas como as crinças que realmente sonham e tem coragem de viver seus sonhos!

Abaixo, algumas fotos que fiz da Rebeca, que me ensinou tudo isso, em um simples instante quando parei de me preocupar com a “técnica” e deixei a luz revelar a riqueza e as sensações de uma música.

Para o que aprecia, SINTA!
Para o que fotografa, PERCEBA!

(só mais um detalhe: a Rebeca não faz aula de Ballet… mas sabe dançar melhor do que a maioria das bailarinas que eu já vi.. Como? Ela faz com o coração…

Anúncios