A arte de fazer bonecas

A arte de fazer bonecas não é pra qualquer um. É um dom. É preciso mais do que sonhar. É preciso decifrar os sonhos.

É preciso investir em detalhes que só quem os recebem pode entender. Cada um deles. Totalmente únicos. Particulares.

Não basta só ter agilidade com as mãos (sim, porque todas estas bonecas são feitas à mão, aliás, à duas mãos, com todo carinho de um só coração).

É preciso dedicação… E também não se pode fazer uma boneca de pano, só por fazer.

Moldes não transformam emoções. Experiência sim. A experiência molda a história. E conta histórias.

A experiência ensina o caminho para os sonhos de verdade.

As bonecas de pano que ela faz, não só enfeitam e alegram, mas são o retrato mais fiel da vida, vivida em intensidade!

E como é admirável… Como é fantástico.

A Técnica? Apenas o coração. E talvez um pouco de coragem, para quem já deveria ter parado, de estar caminhando muito mais do que muitos, que ainda nem chegaram perto desta experiência toda, já se julgam cansados.

Exemplos assim é que me fazem entender que estou apenas no começo. E que quando a gente faz o que ama, não há limites.

Quando a gente realmente quer, é possível. Acredito nisso cada dia mais.

Maior prazer do mundo poder dizer que ela faz parte da minha família.

Tia Alba. 99 anos de lucidez, sabedoria, e juventude. A dona da arte mais linda que eu já vi. Minha tia-avó! (Com muito orgulho!)

E de pensar que muitos, porque não dizer, nós mesmos, reclamamos tanto da vida sem ao menos ter chegado na metade dela, ou achamos que não temos mais motivos pra viver, ou ainda, desacreditamos que é possível continuar…

O exemplo dela me faz ver a vida de outras maneiras. Assim como uma nova vida que nasce, ela é um milagre. Um milagre de vida que segue. Um milagre que me mostra o quanto é importante valorizar mesmo os detalhes de tudo o que Deus nos dá o privilégio de perceber.

Vale a pena parar de reclamar por pouca coisa, e começar a viver muitas outras coisas…

Este ano ela completa 100 anos. Emocionante mesmo, é aprender com ela!! E ver que, pra maioria que reclama ao chegar aos 50 anos,  aos 100, alguém continua desfrutando de todas as riquezas de um caminho, escolhido a dedo para continuar acreditando nos sonhos de outras pessoas.

Afinal, as bonecas o que são senão sonhos de meninas que um dia serão mães? E depois avós? OU quem sabe bisavós?

O que me fascina é mesmo a vida… completa. Assim!

Maravilhoso mesmo, é fazer parte disso.


Anúncios