Marcela + Daniel {Ensaio de noivos} | Bauru-SP

A Mar é minha prima.

O Dani agora também.

Sabe quando passa um filme da sua infância toda na sua cabeça, em apenas alguns minutos?

Foi isso que aconteceu quando esses dois queridos foram fotografados por mim.

Tantas coisas boas, tantas recordações! E hoje, a minha preciosa e querida, vai se casar!

Agora pare um pouco, e tente compreender a profundidade do que é tudo isso.

A certa altura, muitas pessoas estariam dizendo: “nossa estou ficando velho! A prima mais nova vai casar! Nossa o tempo voa!!! Tudo passou muito rápido!!

Pode até ser que isso seja a primeira coisa que venha à nossa mente nessas horas…

Mas pare mesmo. Sinta… Perceba… tem algo muito mais profundo do que esse espanto todo, por causa do tempo.

Eu cheguei até aqui. É o primeiro ponto! Não importa quantos anos eu tenha, quantos anos já vivi. Importa que estou aqui.

Estou vendo uma pessoa querida realizar um sonho, e vou mais além, eu faço parte disso. Não só como prima, como fotógrafa, mas como madrinha.

Estou aqui, nesse exato momento. (E ainda podendo compartilhar tudo isso com a pessoa que eu amo!).

E por isso, eu tenho lembranças de como foi lindo nossa infância juntas, brincando todos os sábados na casa da vó no almoço de família, fazendo bagunças na semana entre o Natal e o Ano Novo, todos os anos, dividindo brinquedos, aprendendo, muito!

É hoje. Não o tempo que passou. Não há lamento que resista quando se tem a oportunidade de perceber isto!

HOJE eu vivo. HOJE você vive. HOJE você faz parte. Não tem nada mais rico do que isto…

E aliás, quanto mesmo vale os anos que você julga passados, sem estar hoje aqui?

Hoje eu vejo que os anos nunca passam. Os anos são o que somos. Hoje mesmo! E cada pedacinho de nós.

Por isso, todo mundo que um dia pensa que está ficando velho, que o tempo passa rápido demais, pode começar a praticar duas coisas: Valor e Intensidade.

Valor para todos os momentos que vivemos, principalmente em família, e Intensidade para não deixarmos de aproveitar cada segundo perto de quem amamos, fazendo o que mais gostamos, ou mesmo, descansando sem fazer nada.

Se cada um de nós aprender isto, poderemos daqui a alguns outros anos, dizer: como é bom viver!

Só tenho que agradecer a Deus pela minha família. E agradecer à Mar e ao Dani, que se casam hoje, por essa oportunidade maravilhosa de aprender mais.

O amor deles me ensinou muito nesta tarde. E fazer parte,vai muito mais além do que aprender.

Anúncios