Julie + Renato {Casamento} | Bauru-SP

A Julie adora dançar.

O Renato, é incrivelmente criativo.

Duas características que me levaram a uma viagem entre lições neste dia tão especial.

Não foi por acaso que eles se encontraram. 

Estava tudo programado, tudo planejado. E tudo se encaixou.

Principalmente, os corações dos dois, um dentro do outro.

O amor pra mim é como a Julie e o Renato: uma música colorida de emoções e certezas, sensações e sonhos.

Impossível é separar um do outro. São um. Desde o momento em que eu os conheci.

Eu tinha certeza! Eu iria escrever com a luz uma das histórias mais lindas de amor que Deus estava colocando na minha vida.

Alguns passos são preciosos para tudo dar certo. Alguns projetos, costumo dizer, o que é essencial neles não é o quanto você investe para concretizá-los: mas o tanto de fé que você tem neles.

O amor é justamente assim. Feito de melodias infinitas. E fé.

E a partir do momento em que os dois entrelaçaram as mãos, eles assumiram o compromisso de ensinar um ao outro o caminho mais perfeito que existe.

É preciso equilibrar-se, muitas vezes, nas pontas dos pés, para levantar o outro. É preciso colorir, as vezes com apenas duas cores, o dia cinzento para alegrar o outro.

É preciso desenhar traços, assim como passos da dança, curvas e tons, leveza e firmeza, para que o amor seja completo.

Entre melodias e cores, o amor se constrói. Mesmo que pra isso seja preciso escorregar de vez em quando.. ou errar o traço no papel com uma tinta que não se pode apagar.

A gente aprende. Sempre. E cabe a nós fazer destes pequenos detalhes não previstos, grandes oportunidades para colocar o amor em prática.

A dança perfeita só é perfeita porque alguém já levou muitos tombos pra construí-la. E hoje ela está aqui: PERFEITA.

Afinal, o amor só é amor de verdade, quando colocado em prática. E a prática do amor, é justamente quando somos provados.

Só prossegue quem se levanta e continua a dança.

Só consegue quem suspira fundo, e numa nova folha, retoma o imaginado.

Quem acredita, vai até o fim. Uma das maiores virtudes do amor é permanecer.

E mesmo que a música acabe, ou que não haja mais espaço no papel, Deus sempre nos dá novas folhas, e novas partituras.

E se quisermos realmente viver, começamos de novo a compor, a colorir, fazendo alguém feliz.

Vamos fazer parte?

[Cerimônia e recepção: Buffet Marcia & Marô

Decoração: Vanilla Flores 3202-8022

Vestido: desenhado pela noiva e feito pela talentosa Valéria : 3243-0425

Voilete: Mila 3234 4098

Maquiagem: Fabi Orfão (Art Stética)

Cabelo: Rafa (Art Stética)

Docinhos: a mamãe linda da noiva junto com duas tias queridas. Elas mesmas fizerem tudo!!

Bolo: Dona Cida : 3281-1662

Noivinhos: o Renato, o noivo!

Som: J Som 8110-6781

Celebrante: Alexandre Pittoli 8117-0123

Convites e lembrancinhas : feitos pelos noivos!]