O amor da Sabrina e do Rafael {Sessão pré-casamento} | Botucatu-SP

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (1)

 

Que a primavera nos perfuma a vida, é clichê. Que o amor traz nova vida pra dentro da gente, também. Mas cá entre nós: existe clichê mais gostoso?

Hoje acordei e lembrei que começa a primavera. E este ensaio fala profundamente ao meu coração. 

As flores são renovação. E toda renovação, traz consigo, um perfume. E de cada renovação, saem sementes que um dia frutificarão, e trarão novas flores. E frutos.

Então por que não nos apaixonarmos por cada clichê desta vida, que por causa da sua simplicidade, nos enriquece a alma?

Sim, o amor renova. Como as flores. O amor renasce. O amor refaz. O amor, transforma. Tudo.

E passam-se as estações, o frio, a chuva, o outono. E a primavera sempre chega. As flores sempre nos dão o sinal de que há vida. E a vida sempre vai existir, se esperarmos nela.

Costumo dizer que as flores são o perfume de Deus. E se elas são de fato o perfume de Deus, o amor é o perfume da alma.

Uma alma sem amor é como um jardim sem cores. É preciso respirar e sentir o aroma de estar vivo. É preciso tocar e ter a sensibilidade de ser tocado.

E só há uma estação capaz de nos trazer tanta paz e admiração: o amor. Porque assim como a primavera nos faz poetas em cada olhar, o amor nos faz descobrir cores e caminhos no mais íntimo de dentro da gente, que antes, não acreditávamos ou não percebíamos. O amor é como um Ipê amarelo. Pode parecer seco, solitário, sem graça em todas as estações do ano.

Mas quando floresce, enriquece. Pinta de dourado o chão, nos faz emocionar com tamanha beleza, nos inspira. Captura nosso olhar. Nos faz ganhar tempo para vê-lo.

Parece algo que você conhece? Ah… o amor.

Não existe outra forma de se descobrir a felicidade sem que haja amor. Porque quando amamos, não é só nosso coração que se preenche com cores, perfumes e flores.

Quando amamos, temos a riquíssima oportunidade de plantar flores em um outro jardim. Em regar este jardim. E ver pouco a pouco tudo se tornando único diante dos nossos olhos. E o mais lindo: feito por nossas mãos. É assim o coração do outro: uma terra que precisa ser cuidada, regada, plantada. E quando você, doando tudo o que você é, transforma um canteiro sem vida em um mar de cores e perfume, damos vida a este lugar. 

Dê mais vida. Dê mais cores. E se por acaso você achar que não tem mais vida dentro de você mesmo (aí você pode pensar: como poderei fazer alguém feliz se não o sou?) é só olhar as flores. Saia agora, na primavera, e olhe. Veja. Observe. Enxergue.

As flores estão aí porque um dia foram sementes. As sementes caíram em terra, morreram, e delas surgiram novas vidas.

O amor é bem isso. Mesmo quando parece que não temos nada, é só começarmos a plantar. Por menor que sejam nossas sementes, elas sempre nos trarão flores. Sempre!

Faça parte! Viva! Ame!

Feliz primavera!

{Sabrina e Rafael: obrigada por me ensinar lições tão lindas!}

 

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (3)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (03)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (4)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (6)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (7)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (8)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (9)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (10)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (11)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (12)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (13)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (15)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (16)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (17)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (033)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (23)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (24)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (26)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (25)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (27)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (28)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (29)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (33)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (31)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (32)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (034)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (34)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (35)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (36)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (37)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (38)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (39)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (42)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (43)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (44)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (45)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (46)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (48)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (49)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (50)

camilla-resta-ensaio-casal-book-externo-casal-fotografa-bauru-sabrina-rafael-blog-camila-resta (47)

Anúncios